sexta-feira, 24 de junho de 2011

Para o meu pai Raul e minha vó Odete...

Parafraseando Maria Gadú para expressar o que sinto agora...

De todo o amor que eu tenho
Metade foi vocês que me deram
Salvando minha alma da vida
Sorrindo e fazendo o meu eu,

Me mostrem um caminho agora
Um jeito de estar sem vocês
O apego não quer ir embora
Diaxo, ele tem que querer...

Ó meu pai do céu, limpe tudo aí
Vai chegar a rainha e o rei
Precisando dormir
Quando eles chegarem
Tu me faça um favor
Dê um banto a eles, que eles me benzem aonde eu for,


Pai e vó, o fardo pesado que vocês levaram por aqui,
Desaguou na força que vocës sempre tiveram,
O lar de vocês é no reino divino
Limpinho cheirando a alecrim.
video

Nenhum comentário: